quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Oi, sou Nelly.

Oi, sou Nelly. Tenho 12 anos. E esta é minha família. Aquela loira em pé, é minha irmã, Vilma. E esse sentado ao lado dela, é o amigo da família. Jeremias. Esses dois abraçados ao lado dele são meus pais: Nataniel e Noelly. Minha mãe é policial, por isso ela sempre se mantém vestida assim, pois sempre ligam pra ela, para pedir ajuda nos problemas da cidade.  Esse do meu tamanho e idade é o menino que eu gosto muito, Jerry, ele é filho do Jeremias, junto com o Jonathan. 

 Jonathan e Vilma começaram à namorar, ou já namoravam. Mas só contaram aos meus pais agora. 


5 anos depois:
Jonathan perdeu o pai. Ele trabalhava com coisas de esportes, e mesmo não tendo muito fôlego, continuava. Morreu cedo, com 62 anos. 

 Minha irmã e ele decidiram adiantar o casamento. Foi uma cerimônia linda e particular.
 O beijo deles foi tão memorável, que temos guardado até hoje, com o maior carinho.
Tiramos duas fotos, só pra ter certeza dessa lembrança. 

E foi neste mesmo ano que eu e Jerry começamos à namorar. (Sim, eu tinha corte Joãozinho.)

 Meu pai morreu uns anos depois, de velhice.
 E não demorou muito, pra que outros anos ruins viessem, e Jonathan morresse.
Ele estava ansioso com a chegada da filha, só que nem teve a oportunidade. Morreu de acidente de carro, enquanto ia para o trabalho. Minha irmã ficou abalada. 

3 meses depois:
 Flora nasceu saudável e forte, pela idade dela. Logo, à cuidamos com muito amor e carinho.

 1 ano depois:
 Até que seu aniversário chegou, e fizemos questão de dar um aniversário merecido.
 Vilma herdou da mãe a empatia e vontade de salvar o povo. Virando policial também, ou seja, além da aposentadoria da minha mãe, tínhamos o salário da minha irmã, eu já fazia uns bicos como detetive, mas nada dava muito certo, pois eu estava começando. Porém, eu ganhava alguns trocados. 
 Nós três revezávamos para cuidar de Flora, enquanto Vilma trabalhava. Ela era um doce bebê, sempre ria conosco, e era muito apegada à todos nós.
E neste mesmo ano, eu e Jerry noivamos. 

2 anos depois:
 Eu e Jerry casamos. Foi uma cerimônia simples, só com a nossa família. Casei com o vestido de mamãe, quando ela jovem. Ela casou com esse mesmo vestido com meu pai. Então eu decidi criar um tradição. E também, o vestido é lindo.
 Não gosto muito desta foto, ele me agarrou para beijar, e pegou no nosso pior ângulo.
Porém, eu adoro essa. Eu à mantinha num quadro, até anos atrás. 

Alguns anos depois: 
Decidi criar um álbum anual, de como nós estávamos e estamos, e pra mostrar pro meu futuro filho. E pra Flora guardar com ela.

Esta foto foi logo que comprou a câmera. Flora tinha minha idade, 12 anos. E eu estava planejando ter filhos, apesar de Jerry não gostar muito da ideia, atualmente.

 Flora tinha 16 anos, nesta foto. Vilma já não parava mais em casa e eu, finalmente grávida!
 Novamente, Vilma não tinha tanto tempo. Meu garotinho nasceu, e seu nome é Thomas! 
Flora completou 17 anos!
 Thomas completou 2 aninhos, nesta foto! Por que Jerry faz sempre a mesma pose?!
 Estou chorando nesta foto, pois minha querida irmã morreu. Levou tiro de um bandido e não resistiu. Minha sobrinha segura Thomas. Minha mãe, na foto, está tentando segurar o choro.
 Andava desconfiada com certas atitudes de Jerry e uma cliente minha. E adivinha só!? O peguei traindo. Tirei uma foto para provar para os advogados e juízes.
 Não me aguentei e o estapeei mesmo! E ela foi a segunda!
Esta foi a última foto registrada. Mamãe chorando pela perda da minha irmã e Flora segurando o choro. Estava focada em fazer o Thomas ninar, nesta foto.  

..

Paramos de registrar fotos depois da morte de minha mãe, perdemos o pique e a graça. Não tem mais sentido nem lógica fazer isso sem ela...



FIM.


Oi, é sua primeira vez no blog? Clique aqui.

 



4 comentários:

  1. Muito legal saber um pouco mais sobre a história da Nelly. Definitivamente o dom da investigação está no sangue, passando de geração pra geração. Tomara que ela encontre um novo amor. Ela merece. =D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente! E ainda mais, levou a mãe a irmã como exemplo! :D
      Logo ela vai, ela realmente merece alguém que à ame muito :) <3

      Excluir
  2. Muito show a história da Nelly! Espero que ela encontre alguém legal na vida dela! Parabéns, Deni!!! :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela vai sim! Logo logo :D E muito obrigada! <3

      Excluir

Seu comentário ajuda muito com a continuação da história!! Não deixe de comentar :)