terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

Casos ainda não solucionados - Morte. - T02 - 08 (Final)

 Então Olívia ia para cima de Marlon, com muita raiva e começava à brigar com o mesmo.
Marlon: Senhora! Me solte! Eu não bato em mulher, vamos conversar! - Apenas se defendia sem machuca-la.
Olívia: Não bate!? Melhor ainda, vai sair roxo daqui! - Dizia extremamente brava.
 Patrick: Ma-Marlon! Tá tudo bem ai? Bip.
Marlon: Isso parece tudo bem? - Dizia ainda tentando se defender.
Olívia "acabava" com Marlon, e ficava toda orgulhosa.
Olívia: Se acha mais forte que eu? Há! Nem ganhou! - Dizia toda orgulhosa, porém muito brava.
Marlon: Mas eu só estava defendendo. Não bato em senhoras! - Disse se levantando.
Patrick: Senhora Espectro, nosso trabalho é mais falar do que bater nos outros, vamos conversar? Bip. Bop.

 Depois Olívia grudava no robô e começava à brigar com ele também, e por ser programado, ele apenas gritava, como um alarme de carro: "DEFENDER, DEFENDER, DEFENDER."
Marlon: Olívia! A senhora está maluca! Se acalme por favor! - Gritava enquanto subia a fumaça da tal "briga".
 Marlon: OLÍVIA!!!! Saí daí por favor! - Gritava para ver se a mesma ouvia.
Patrick: DEFENDER, DEFENDER, DEFENDER.- E não parava, por nada.

Patrick: DEFEND.... Olívia! Bip. Bop. Não bato em pessoas! Bip. - Dizia voltando ao normal.
Marlon: Finalmente! Vamos, se sente no sofá e se acalme! E nos diga onde Nelly está!
Olívia: Jamais direi! Meu amado vai amar almas como as de vocês!

Marlon e Patrick, em coro: Seu amado?
E Olívia começava a chorar: Meu amado!!! Eu só quero ele de volta! Temos até um filho juntos!
Marlon: Vamos se sente e nos conte sobre.
E Patrick já ativava seu modo gravação.

 Olívia: Meu amor é a morte!!! A gente já saiu juntos, tivemos momentos lindos!! Mas ela me deixou!
Marlon: Mas senhora, a morte... Não é perigosa? - Questionou.
Patrick: Bip?
Olívia: SÓ QUERO MORRER PARA FICAR AO LADO DELA! MORRER! MORRER! - Suplicava, enquanto não parava de chorar.
Marlon: Se acalme, Olívia. Eu garanto que ela está sempre com você, mesmo que não perceba... - Tentava conforta-la.
Olívia: NÃO ESTÁ! EU NÃO A SINTO! EU MONTEI UM CEMITÉRIO PRA ELA! EU ENTERREI PESSOAS LÁ! EU DOEI MEU TERRENO SÓ PARA VÊ-LA! E ELA NÃO VEM! EU SÓ QUERO MORRER PARA VIVER JUNTO COM ELA! - E continua chorando.
Marlon: Não diz isso... Você fez uma boa ação para essas pessoas.
Olívia: EU TINHA INTERESSES, DETETIVE! EU SÓ QUERO MORRER!

Uma fumaça cinza surgia ao fundo, e Dona Morte surgia, ao mesmo tempo, Nelly e Lilá apareciam, elas conseguiram sair graças a alguns grampos que Nelly tinha, testaram todos, e com muito esforço conseguiram empurrar a porta, e chegaram já se deparando com a cena.
Dona Morte: Olívia... Você me chamou tanto! - Disse empolgada.
Marlon: Morte...?
Nelly: Oi..? - Disse confusa.
Lilá: Finalmente... - Disse aliviada.
Patrick: Eita.. Bip.
Olívia: Meu amor! Eu sabia que você viria! - Comemorou.
 Dona Morte: Trouxe seu suquinho preferido, meu amor! Vamos?
Olívia: É claro que vamos! Finalmente eu te reencontrei!
Olívia pegava o suco toda contente, e sorria para Dona Morte.
Dona Morte: Mas.. E nosso garoto? - Questionou.
Olívia: Olharemos por ele, meu amor. Ele vai superar.. - Disse um pouco preocupada.
E em poucos segundos, sumiram na fumaça cinza em que Morte havia chegado antes.

 Um pouco depois, Ofélia chegou da escola. Eles explicaram tudo e foram atrás de Nervoso, que estava jogado na rua. Circe e Loki haviam fugido, por medo? Talvez. Porém, Nervoso e Ofélia ficaram com a herança, que era a casa de Olívia. O cemitério acabou se tornando público, e a casa eles cuidavam como se fosse deles.
Lilá voltava para buscar os filhos, e ela e General estavam brigando na justiça pela guarda deles. General usava argumentos como: "Ela sumiu sem mais nem menos, cuidei das crianças por 3 anos." E ela coisas como: "Ele me ameaçou se eu voltasse, eu não queria por minha vida e a dos meus filhos em risco.". Quem será que ficará com a guarda?

 E nossos detetives, finalmente viajaram de volta para Riverside. Com o dinheiro que conseguiram, começaram à construir o quarto de Marlon, para a sala não ficar mais ocupada.
Estavam todos lá fora, conversando sobre projetos do quarto, e Patrick brincando com Flora e Thomas.
 Marlon: Te prometo que assim que o quarto estiver pronto, já passo meus poster pra lá!
Nelly: Ótimo! Pelo menos você terá sua privacidade agora, Marlon.
Marlon: Claro. Agradeço por ser tão receptiva e ter me acolhido aqui.
Nelly: Marlon, agora você faz parte da família. - E deu um sorriso - Você tem que ter seu quarto. E eu não te deixaria morando na rua.
E conversaram por mais alguns minutos.
 Até que decidiram apreciar o céu, enquanto Thomas e Flora se divertiam com as folhas do outono.
Marlon: Nelly, eu tava aqui pensando, por quê você disse que eu era seu marido, pra Ofélia?
Nelly: Queria que eu dissesse o quê? Que era meu irmão? - Questionou.
Marlon: Irmão? Não! Só quero saber mesmo!
Nelly: Foi a primeira coisa que me veio na cabeça, ai eu pensei: Por quê não? - Explicou.
Marlon: Sério? - Disse surpreso.
Nelly: Por que a surpresa?
Patrick: Sinto um romance no ar. Bop. E olha que nem tenho narinas! Bip.
Nelly e Marlon, em coro: PATRICK! NÃO!



7 comentários:

  1. Amei o final! Acho que Nelly e Marlon super combinam! E o Patrick é engraçado demais! :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vamos ver o que esperam pra esses dois! O Patrick é uma figura uahauagUa
      E obrigada 💗❤

      Excluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Tadinha da Olívia, acabei ficando com dó dela! Mas pelo menos voltou para os braços da querida dona morte... rs
    Será que vai rolar Marlly (Marlon + Nelly) na próxima temporada??? Ihihihihih
    Adorei, Denise, parabéns! Vou correndo ler o capítulo 01 agora. =D
    (apaguei o comentário anterior, pq escrevi errado o nome da Olívia... :P )

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela só queria viver pra sempre com o amor dela, e conseguiu! Amei o nome do shipp, vou aderir! UHAUAHUAHUAH E muito obrigada :3 <3

      Excluir
  4. Muito bom! Espero que esses dois fiquem juntos logo, é óbvio que o amor está no ar.
    Que velha doida! Amar a morte \0/ que bom que tudo acabou bem. Parabéns Denise s2

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada por ter gostado! ❤
      Tem doido pra tudo, né! Uahauahaja

      Excluir