domingo, 12 de março de 2017

Casos ainda não solucionados - Cigana e "Ciganisses". - T04 - 03

No campus. 
Tereza: Meu Deus! Rapaz! Sai com esse negócio balançando de perto de mim! - Disse assustada e bastante enojada.
Estudante: Vai se acostumando! - E continuou dançando - Aqui no campus é o lar dos nudistas! - Comemorou.
Tereza: Ah é?! E se eu arrancar isso fora com minha varinha de "pata-caranguejo" e dar para os cachorros, você vai continuar se exibindo assim? - Ameaçou.

 Então, no susto, o rapaz saiu correndo.
Tereza: Corre mesmo! Palhaço!

 Tereza pensava: "Essa chuva desagradável tá estragando todo meu vestidinho de seda que eu ganhei de uma amada amiga, que saco. Quero ver como vou limpar isso depois."
E mesmo pintando, Flora via a tal cigana pela janela, se assustando um pouco.

Flora: Amor, tem uma mulher toda chique lá fora. - E pois a mão na testa, quase tapando os olhos. - Será que ela é a nova moradora dessa casa?
Alexandre: Estranho, Flor. - Disse desconfiado. - Meu pai disse que ela só ia vir mês que vem...
Flora: Vou lá ver, espera aí.

 Flora saia para fora, e era surpreendida com a mesma a segurando pelos ombros, chacoalhando  e suplicando: "EU PRECISO DE SUA AJUDA!"
Flora: T-Tudo bem. - Disse assustada. - Pode entrar.

 Tereza entrou, e se sentou no outro sofá, enquanto Flora se sentava abraçada com seu noivo, estava com um certo medo.
Tereza: Então. - Começou a se explicar - Eu sou uma cigana, e estou fugindo. - Fechou os olhos e suspirou - Quem está atrás de mim é conhecido seu, Flora. - Disse o nome de Flora, mesmo que "não soubesse". - E preciso que me mantenha aqui, sem dizer nada.
Flora: Como assim? Como você se chama? - Disse surpresa. - Como sabia que eu estaria aqui? - Questionou.

 Tereza: Sou Tereza Minaminhoca. Sou uma prima de 8° grau do Jonatas Minaminhoca, só que diferente dele, eu sou uns 50 anos mais velha que ele, porém eu tomo elixir da vida e vivo negociando vida eterna com as bruxas. Eu sabia que estaria aqui pois fiz leitura mental deste seu conhecido, chamado Marlon, e ele estava pensando na sua segurança, aqui no campus, então é para aqui que eu vim. Explicado, amada? - Disse torcendo para que ela aceitasse ela como "fugitiva" em sua casa.

Flora: Uau.. - Não sabia ao certo o que dizer. - Você é realmente uma cigana...
Alexandre: Amor, que tal subirmos e conversamos sobre isso? - Perguntou, dando um falso sorriso, tentando disfarçar.
Flora: Tudo bem, vamos...

 No quarto do casal. 
Alexandre: Flora, sério mesmo, não vou deixar nessa casa quem seu tio está procurando!
Flora: Alexandre, você não pensa mesmo! - Disse brava. - Mantendo ela aqui, a gente descobre mais coisas e pode ajudar o Marlon!
Alexandre: É mais fácil nós dizermos que ela está aqui e acabar logo com isso!

 Flora: Para de frescurinha, Alexandre! - E bateu o pé. - Eu vou ajudar o Marlon! Mas será do meu jeito! E se não gostou, me ponha fora dessa casa! - Disse totalmente brava.
Alexandre: T-Tudo bem, Flor! - Abaixou o tom -  Mas se alguma coisa acontecer conosco por causa dessa cigana esquisita, a culpa é toda sua!
Flora: Eu assumo a culpa sim! Agora vamos descer e ver como ela está.

Tereza sentia sua cabeça pesar, e tentava se manter em pé.
Tereza: Merda! Eu preciso descansar! Bruxa de bosta essa que me vendeu esse elixir! - Dizia com sua garganta quase trancando, também. - Preciso ser forte!

 Então ela caia no chão.
Tereza: Preciso me manter em pé! Não posso deixar esse veneno me vencer! - E começava a se apoiar no sofá, tentando se levantar de novo.

 Então, na hora que ela conseguiu ficar em pé de novo, Alexandre e Flora chegavam. Alexandre vinha bravo, enquanto Flora estava curiosa sobre a vida da tal cigana.
Tereza: Aghh.. Ajuda! - Tentava falar.

Alexandre: Eu te avisei! - Dizia como se tivesse razão.
Flora: Vamos coloca-la no quarto, talvez ela esteja cansada.
Tereza: Aghhh.. Ugh. - Não conseguia falar mais nada, estava fraca, assim, caindo de novo.

 Alexandre estava apreensivo, ao ver que a cigana realmente precisava de ajuda.
Flora: "Eu te avisei", "eu te avisei" - Imitava a voz dele. - Por favor né, senhor Caixão! - Disse brava. - Espero que ela ainda esteja viva!
Alexandre: Eu também....

 Alexandre: Amanhã teremos explicações...
Flora: Eu também espero... - Tapava os olhos, já imaginando seus dias na cadeia, se ela realmente estivesse morta.

 Casa das Árvores Caídas. 
Patrick colocava a plaquinha na "cena do crime", afinal aquele lugar secreto era uma prova em potencial de quem Marly estivesse escondendo, ou até mesmo, quem estivesse se escondendo muito bem, na casa de Marly.

Marly: Te juro, detetive, nem eu sei mais com o que convivo, nessa mansão.
Marlon: Então você me afirma que nunca foi no 3° andar por medo?
Marly: Sim, deve tá cheio de pó.
Marlon: Nos iremos lá depois de vermos seu quarto no 2° andar e o resto dos cômodos. - Dizia desconfiado das palavras de Marly.
Marlon: Tudo bem...

 A dupla entrava na frente, e Marly ia logo atrás, receosa, mas não sabiam o por que. Marlon ficava surpreso pela falta de móveis na casa, e se interessava em olhar os livros que estavam em cima da lareira.

 Patrick fazia uma leitura nas digitais presentes no espelho, já Marly sentava na beirada da cama, um pouco tensa.
Marlon: Você tem certeza mesmo que não quer dizer nada? - Perguntou sério.
Marly: É.. Hmm... Eu fico me perguntando como essas coisas pararam naquela sala...
Marlon: Alguém mora aqui com você, isso é óbvio, e nós descobriremos quem é.

 Então, Marlon, se aproximava dos livros e começa ver o que está escrito na lombada de cada um.
Marlon: Não sabia que você também se interessava nos antigos moradores daqui...
Marly: Bem... Eu peguei na biblioteca.. Na verdade, eu sempre me perguntei quem morava aqui antes.
Marlon: Acho que o " Minaminhoca e seus mistério" tirou suas dúvidas, né?

 Marly: Digamos que sim, detetive.
Marlon: Vou levar comigo, posso?
Marly: Sim, sim, se for relacionado ao mistério que envolve essa casa... - Disse enquanto olhava para os lados.
Marlon: Ótimo.

 Marly: Já viram tudo? - Perguntou ansiosa.
Marlon: Sim. Patrick está terminando a leitura, e logo vamos terminar de ver esse andar.
Patrick: Bip. Bop. Op. Concluído. Bip.

 Marlon: E aí, Patri, o que descobriu?
Patrick: Além da digital de Marly Cosmos, tem a digital de uma outra pessoa. Bip.
Marlon: Engraçado, não é, Marly? - Questionou cinicamente.
Marly: Bem, ninguém vem me visitar faz uma década...
Marlon: É o que veremos.
Patrick: Estranho, estranho. Bop.

 Eles terminavam de ver o segundo andar, que tinha apenas uma cômoda vazia, e subiram para o tão esperado 3° andar e já deram de cara com alguns instrumentos musicais.
Marlon: São seus? - Perguntou, apontando para os instrumentos.

 Marly: Não... - Disse sem entender nada. - Já tinha te dito que não subo aqui por medo...
Marlon: Ótimo, sabemos que quem vive com você, toca instrumentos.
Patrick: Quero iguais! Bip.

 Marly estava assustada, morria de medo do 3° andar, então ela tentava se manter calma.
Patrick: Tem uma porta logo alí! Vamos! Bip. Bop.
Marlon: Vamos!
Marly: Vamos... Vamos..


8 comentários:

  1. Seu Alexandre!!! Eu não avisei que ó depois de casar?!? Vai apanhar!!!

    Patrick quer tocar o quê, ômi?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alexandre tá aproveitando a faculdade! Uahauahua Deixa ele :X
      Patrick quer entrar pra Nordic Lhama :P uahauah

      Excluir
    2. Aproveitar a faculdade é estudar e não dormir em cama de casal com a namorada. Apanha!

      Excluir
    3. Mas eles estão estudando :P auahuahauahaua

      Excluir
  2. Geeeeeeeente, só babados!!! Olha onde a Tereza foi parar! Por que será que ela não quer falar logo com Marlon e resolver tudo? Espero que tudo seja resolvido. Tereza não parece ser má. E espero que Flora e Alexandre não estejam em risco. :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tereza é um amor :) <3 E Flora tem seus motivos uahauhauahauahau Ela tem sua maneira de ajudar os outros xD
      Eu também :)

      Excluir
  3. HAUAHIAAHAUH coitado do peladão! Quase ficou eunuco!!!
    É isso aí, Flora, mostra quem manda! =D
    O que será que irão encontrar no terceiro andar??? =O

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi por pouco! Uahauahaua
      Flora sabe mandar tb xD
      O que será que o terceiro andar espera? :O

      Excluir