domingo, 9 de abril de 2017

Casos ainda não solucionados - A sorte em forma de gata. - T04 - 09

 Tereza: Hmmm? - E coçava os olhos, enquanto acordava e tentava se achar, dentro daquela gaiola.
Nina, conversando por pensamento: "Sou eu! Provavelmente você não vai lembrar de mim..."

 Tereza a pegou no colo e disse: Oh, meu bebê, eu me lembro vagamente de você... E veio aqui me trazer uma mensagem, suponho?
Nina: "Sim, uma mulher, muito especial para você, disse que está segura, mas tem um porém, nem você e nem ela se lembram mais uma da outra... Miau."

 Tereza: Olha, faz um favor para mim? - Disse um pouco desesperada, com medo que Eveline aparecesse. - Diz para a Flora e o seu noivo que eu estou arrependida de ter mentido para eles e diz para essa mulher que, também, mesmo eu não lembrando mais dela, que ela se cuide... Certo?
Nina: "Certo, mestra. Meow. Voltarei aqui o quanto antes, para te dar mais noticias."

 Tereza: Então vai lá, e obrigada por ter me dado a sorte de relembrar de certas coisas, Nina. - E a colocou no chão e como despedida, fez um carinho em sua cabeça.
Nina: "Pode deixar, miau. O bom de ser gato é que ser onde todos que você se importa estão! Até logo, mestra!"

 Vendo a gata ir embora, Tereza começou a chorar com certas lembranças que vieram de supetão em sua memória.

 E assim, ela foi fazer o que lhe foi pedido.

 Na casa dos "primos Fernandez." 
Mariana: Sim, sim.. Aham! Roupa chique? Eu tô sempre com uma, Nelly! Claro que a Urano vai! Oi? Ah sim, o Marte veio também! E a Josie, como ela tá? Ah, que ótimo! Certo, até o dia do casório! 
 
Mariana voltou a se sentar no sofá, depois da longa conversa com sua prima.
Joana: Era a Nelly? - Perguntou curiosa.
Mariana: Sim! O casamento será no mês que vem! - Disse empolgada.
Liliane: Ai, finalmente! Quero ver a carinha da Mabel!
Joana: E ela perguntou sobre nossas pequenas?
Marina: Sim! Ela quer que elas entrem como daminhas de honra dela!
Liliane: Que demais, nessas horas dá vontade de ser mãe só para isso! - Disse num tom de zoeira.
Joana: Você sendo mãe? Nem em sonhos! - Entrou na brincadeira.
Mariana: Você se lembra que disse que eu nunca casaria e nem teria filhos né? - Também aproveitou para zoar um pouco.



Nelly: Alô, Carol¹?
Carol: Oi. Sou eu, Nelly! Como que vão as coisas aí?
Nelly: Aqui vai tudo bem, e aí, Cah?
Carol: Aqui vai tudo bem, também. Na mais perfeita ordem. – para quê deixar a amiga preocupada? Carol se perguntou. Nelly tinha tido uma gestação e parto difíceis. Tinha mais é que descansar. – Quais as novas?
Nelly: Então, minha sogra disse que a sua sogra costura, certo? É que ela quer conversar com ela, sobre costurar um vestido de noivado para mim!
Carol: Ah, que ótimo! Eu aviso a ela, sim. Como é o nome de sua sogra, mesmo?
Nelly: É Marlene, ela disse que as duas são amigas de longa data!
Carol: Não sabia disso. Eu aviso a ela, assim que chegar em casa. Estou na rua fazendo umas compras.


Nota¹: Carol é a sim da minha querida amiga Andrea, que é protagonista na série Vermelho & Verde. Mandei para ela as falas de Carol e ela deixou do jeitinho que ela falaria, muito obrigada, :D <3
 



Nelly: Ah, e você, seu marido e eles estão convidados para o meu casamento, viu?! Quero muito te ver lá!
Carol: Claro que eu vou. Não perderia por nada. 
Nelly: Será uma honra ter você e sua família no meu casório!
Carol: A honra será nossa. Não tenha dúvidas disso. Pena que perdi o nascimento de Majô, mas quero muito conhecer o restante de sua família. Será a chance perfeita. E você também poderá conhecer meu marido. Ele é um exemplo de paciência.



 Já que Nelly estava em casa agora, estava aproveitando para fazer alguns exercícios para ganhar força nas pernas, afinal, ela não via a hora de voltar a ativa e trabalhar novamente com seu noivo.
Ela e sua sogra estavam treinando balé, todos esses dias estavam sendo o suficiente para ela ficar um pouquinho longe da cadeira de rodas e graças ao auxílio de Marlene, ela estava se saindo muito bem.
E também com esse apoio mutuo, ambas também tinham largado o cigarro. 

 E sempre, os pequenos acompanhavam de pertinho a evolução da mãe e sempre juntos.

 Na casa do primo de Marlon. 
Maurício: Opa, super vamos, Nelly! Vai ser quando?! Mês que vem? ótimo! 

Maurício: Pode deixar que eu falo com minha esposa! A Eliana vai amar ser sua daminha! Beijos Nelly, até o casório!

 No campus. 
Já que era proibida a entrada de animais no campus, Nina usou sua forma humana para ir falar com Flora e Alexandre.


Ela ainda não sabia andar direito, como humana, assim, dando um susto em Flora e Alexandre.
Flora: Alex, meu Deus! - Dizia assustada - Quem é essa?! 
Alexandre: Eu não sei! 
Nina: Não se assustem, miau. Sou Nina, a gata da mestra Tereza. 

 Flora: E o que você quer? - Perguntou curiosa. 
Nina: Tereza pediu desculpa por ter mentido para vocês, miau. E o meu recado para vocês é: Ligue para o seu tio, Flora! 
Alexandre: O que ela mentiu?! - Questionou chocado, ao saber. - E tá vendo só, Flora! - Esfregou na cara dela que a cigana era "falsa". 
Nina: Só ela poderá dizer a vocês, desculpem. Miau. Ligue logo! Não perca tempo! - Os apressou. 

 Flora: Mas por que eu deveria ligar para ele? Como eu deveria acreditar em você? 
Nina: Simplesmente, olhe como eu sou, como eu cheguei e ele corre perigo! Ele, o robô e Marly!!! Miau.
Alexandre: Oi? - Não entendia mais nada. - Perigo por quê? 
Nina: A cigana verde está indo atrás deles! Miau.
Flora: Será que essa foi a mesma que levou a Tereza? - Pensou. 
Nina: Foi! Agora sem perder tempo, liga para ele, mulher! 

 Correndo, Flora foi ao telefone, Alexandre e Nina ficavam observando e ouvindo a conversa. 


 Flora: Alô? Tia!? - Perguntou eufórica.
Nelly: Sim, querida. O que houve? - Seu tom era preocupado ao ver a euforia da sobrinha.
Flora: Então tia, liga para o Marlon e avise que eles estão em perigo! - Não conseguia falar direito, pois temia o que poderia acontecer com seu tio.
Nelly: Como assim?!
 
 Flora: Só os avise! Eles irão saber o que fazer! Está tudo relacionado! Uma cigana verde está atrás deles! 
Nelly: Oh meu Deus! Até mais Flora, depois eu falo com você, vou ligar para ele agora! - Seu tom agora era de total desespero, assim desligando o telefone depressa.

 Flora desligava o telefone, e ia falar com a gata.

Flora: Já avisei. Obrigada por ter vindo até aqui! 
Nina: Que isso, eu sou uma mensageira, é meu dever avisar os outros. Até mais, meu trabalho acabou por aqui. Miau.
Alexandre: Até mais! 


 Flora e Alexandre acompanharam Nina até a porta, e observaram ela ir embora. Depois de uma certa distância que ela ficou da casa, eles entraram para dentro, e ela seguiu seu caminho.

 Nina, pensando: Agora devo voltar para a casa de minha mestra Marly e ajuda-los com a chegada de Eveline.

 Na Casa Das Árvores Caídas. 
E assim ela fez, voltando até Marly.

 Nina miou, miou e miou bastante, até Marly pega-la no colo. Marlon e Patrick não entendiam nada, porém observavam.

 Só com a troca de olhares, Marly entendeu que eles estavam em perigo.
Marlon: O que essa gatinha quer? - Perguntou confuso.
Patrick: É sua? Bop.
Marly: Estamos em perigo, e ela quer falar contigo, Marlon. - E a colocou no chão.

 Nina também miou para Marlon, porém ele não entendia muita coisa, mas mesmo assim, ele a pegou no colo.

 Marlon: Ei, ei... - E a olhou nos olhos. - O que você quer?
Nina, felizmente conseguiu falar com ele mentalmente, e disse: "Se prepare, pois está vindo uma cigana muito má aqui, e vocês vão precisar da ajuda de Tereza."
Marlon, um pouco assustado, perguntou: E quem é Tereza? Como vou saber onde ela está?!
Nina: "Eu sei! Vou falar com sua esposa, agora. Miau. Vocês tratem de ir para um lugar seguro, só a Tereza sabe como tranca-la num círculo de magia."
Marlon: Entendido, estaremos esperando você e Tereza. - Tentava se manter calmo, queria raciocinar o que fariam, até ela chegar.


6 comentários:

  1. Ai! Que medo! O que essa Eveline quer? Já não conseguiu ser jovem? Que mulher má!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eveline tem um coração amargo que só vendo! :(

      Excluir
  2. OMG!!! Cada vez mais misterioso!!! Adorei a Nelly e a sogra terem largado o cigarro. \o/
    Uma graça a Nina, tanto qto gata, qto humana. :D
    Aguardando ansiosamente o próximo capítulo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Logo os mistérios acabam!!! E a união faz a força, umas lindas <3 E Nina é um amor <3

      Excluir
  3. Geeeeeeeente, a louca da Eveline atrás deles?!!! Mas o que será que essa doida quer? Ainda bem que Nina está ajudando-os!!! E amei o Crossover com Vermelho e Verde!!! :D S2

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eveline é maluca!!! E Nina é um amor ❤ Amo crossovers! :)

      Excluir